We can be Heroes: 7 dicas para lidar com falhas

O objetivo de qualquer time de desenvolvimento é colocar o software pra funcionar. Com software em funcionamento, conseguimos trazer valor e retorno do investimento feito pelo cliente, além de conseguir o feedback necessário para que o Product Owner decida quais os próximos passos do produto.

Mas devemos entregar software a qualquer custo?

Não! Entregar software deve ser mais um ato de planejamento do que um ato de heroísmo. Todos os esforços são bem vindos e devem ser reconhecidos, mas não se deve deixar que o esforço de heroísmo seja maior que o esforço de planejamento do time.

Por que? Bem… Em geral, atos de heroísmo são individuais, e, como estamos falando em times multidisciplinares, enquanto Agile Coaches, devemos agir para que o time aprenda uma grande lição.

Veja, falhas acontecem! Não estou dizendo que se se deve crucificar os heróis em praça pública. Mas não se deve passar a mão na cabeça do time de permitiu que existissem os heróis da implantação. Seu software está em funcionamento, ok! Mas vamos trabalhar a organização do seu time, que essa sim, está com sérios problemas.

A questão não é falhar; é como vocês lidam com essa falha. Vou descrever agora algumas dicas de como lidar com estas falhas.

Agradeça os esforços

Afinal de contas, o software está funcionando! Reconheça que todos os esforços que foram feitos, identifique os heróis. E deixe claro que o time tem problemas de organização e que estes deverão ser resolvidos.

Identifique os problemas

O que o time fez de errado? Quais foram as consequências destes erros? É possível que o seu time não identifique facilmente os erros (afinal, o software está em produção). Cabe a você, Facilitador, demonstrar as situações que poderiam ter sido tratadas de uma forma melhor.

Fixe um plano de ação

Para cada um dos itens identificados no passo anterior, vocês deverão fixar um plano de ação para que não se repita. É importante frisar a importância de que não haja recorrência. Você está ali pra isso, para desenvolver seu time!

Não aponte os dedos

Quando você aponta o dedo, três outros dedos serão apontados pra você de volta. A ideia não é encontrar mártires. Essa é a hora do brainstorm de melhoria de processos.

Divida a falha

O time como um todo errou ao planejar mal suas atividades. Por isso é importante não apontar dedos. Divida a culpa entre todos. Vocês devem ser auto organizáveis e responsáveis pelo sucesso e fracasso.

Desapegue

Como último recurso, desapegue de comportamentos e até mesmo pessoas que atrapalham o sucesso do time. Não é o caso de apontar o dedo, mas de chegar à conclusão, de forma madura, que cada um tem o seu quadrado e algumas atitudes não cabem nesse quadrado.

Tome novas direções

Não tenha medo de seguir por outro caminho. Se vocês chegaram à conclusão de que está tudo errado e existe uma forma de melhorar isso, compre a briga e siga em frente junto com o time.

Os momentos de falha são muito importantes pois são neles em que a unidade do time é testada de verdade. No sucesso, todos são comprometidos, participativos e com bom relacionamento. Se você riu agora, significa que esse post it é frequente nas suas retrospectivas, certo?

Acredito que momentos como esse são importantíssimos para qualquer time! Vocês devem conduzir a conversa de forma séria e efetiva, para que aprendam com as falhas e desenvolvam novos skills. O papel do Agile Coach é esse: desenvolver ao máximo o potencial do time.

E nada melhor que um momento de falha para fortalecer o time! Vocês vão ficar olhando o sorvete no chão ou vão atrás de conseguir outro?

We can beat them, just for one day / We can be Heroes, just for one day

E não pra sempre…

Anúncios

Marcelo L. Barros

Olá! Sou um cara criativo, curioso e detalhista, que, cada dia, mais se vê interessado em desvendar os mistérios desse "bicho gente"! Comecei minha carreira profissional em 1996, sou formado em Processamento de Dados pela FATEC de Santos. Naquela época tudo o que eu queria ter na minha frente era um computador e uma desafiadora regra de negócio, que se transformaria no melhor programa possível. Mas as coisas mudam! Concluí que quem faz software com qualidade são as pessoas e não as máquinas. Hoje, minha MISSÃO é ajudar pessoas e times a alcançarem seus objetivos, pois acredito que o sucesso pessoal e profissional está ligado a três pilares: FELICIDADE, MOTIVAÇÃO e SENTIDO. Como faço isso? 💡 MOTIVANDO pessoas, fazendo-as enxergar o 💡 SENTIDO das suas ações, que traz 💡 FELICIDADE por fazerem a diferença em suas vidas, suas empresas. Sou formado em Coaching pelo ICC e escrevo artigos sobre Métodos Ágeis, Comportamento, Inovação e Coaching. Vejo no lúdico a forma mais profunda de aprendizado. Procuro sempre conduzir reuniões de forma criativa, que tragam algum tipo de aprendizado aos participantes, seja por meio de dinâmicas de grupo ou jogos em equipe. Neste quesito, desenvolvi um jogo, a "Feijoada Ágil", para ensinar conceitos sobre trabalho em equipe. Se você, como eu, também acredita que eu posso te ajudar, deixe-me saber! Vamos tomar um café e, quem sabe, juntos podemos MUDAR O MUNDO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s