Os três princípios da criatividade: é possível criar o amanhã com as regras de ontem?

INOVAÇÃO: a palavra da vez, que se refere a “uma ideia, método ou objeto que é criado e que pouco se parece com padrões anteriores”. Hoje, o mercado cada vez mais cobra que profissionais sejam criativos e tenham ideias inovadoras. Na mesma proporção, exige-se que as empresas tenham produtos inovadores, ambientes inovadores, através de mentes inovadoras!
Image courtesy of FreeDigitalPhotos.net
Image courtesy of FreeDigitalPhotos.net

O dom da criatividade

A criatividade é uma capacidade humana de grande valor que, a meu ver, é ativada por meio de respostas a estímulos externos.É um fenômeno que se manifesta em todos os setores da vida dos indivíduos. Por isso existem tantas definições e teorias sobre o assunto. Todo ser humano possui criatividade em maior ou menor grau, e em diferentes habilidades. Isto implica dizer que, dependendo os estímulos recebidos, desenvolve-se determinada habilidade, que se traduz nos talentos que cada um de nós temos.

Acredita-se que o potencial criativo do indivíduo tenha início na infância. Crianças que tem iniciativas criativas e são encorajadas e elogiadas pelos pais tendem a ser adultos mais ousados; o inverso também é verdadeiro. Dito isso, arrisco dizer que criatividade tem muito a ver com motivação. Pessoas motivadas são pessoas criativas.

Ou seja: nada de dizer que você não tem criatividade! Talvez você não tenha encontrado o que te move!

As três fases de um processo

Obviamente não se pode impor um modelo para como a criatividade funciona. Se fizéssemos isso, não seria criatividade! Cada um tem seu processo, seu tempo, seus talentos! Entretanto, é possível observar um padrão comum no processo criativo, fundamentado em três princípios:

Atenção

Para termos uma ideia inovadora, primeiramente nos concentramos em um problema ou oportunidade. Ao realizar este exercício de concentração, preparamos a mente para romper as barreiras da realidade, abrindo espaço para a percepção de possibilidades ou conexões que não enxergamos.

Fuga

“Você não pode resolver um problema com a mesma atitude mental que o criou”

Essa frase de Albert Einstein resume perfeitamente o segundo princípio do processo criativo: se você quer resolver algo, distancie-se o mais rápido que puder do pensamento convencional. Se você continuar pensando dentro da caixa ou da forma convencional, é muito provável que você repetirá soluções e padrões adotados anteriormente.

Para inovar é preciso fugir da realidade. Mas esta não é uma fuga sob um aspecto negativo, quando você simplesmente foge e espera que as coisas se resolvam. O pensamento criativo te convida a fugir de restrições, julgamentos, experiências passadas e ideias dominantes para produzir algo. Algo totalmente novo.

Movimento

Às vezes, observar e escapar de convenções não são suficientes para gerar ideias inovadoras. O princípio do movimento nos leva a continuar explorando e combinando ideias, ou seja, dar asas à imaginação! Aqui, o importante é explorar, testar, gerar alternativas. É a hora de conectar ideias que não eram anteriormente relacionadas.

Conhecer estes três princípios é importante para que você se introduza a técnicas de criatividade que se encontram em livros, que auxiliam o desenvolvimento de pelo menos um dos princípios.

Independente da técnica, o mais importante que sempre se deve ter em mente quando se deseja ter uma ideia inovadora é que não é possível criar um futuro diferente seguindo as regras de ontem! Isso é válido para a criatividade individual ou coletiva; para pessoas ou empresas.

Quebre as regras! Dê asas à sua imaginação! E seja criativo!

Anúncios

Marcelo L. Barros

Olá! Sou um cara criativo, curioso e detalhista, que, cada dia, mais se vê interessado em desvendar os mistérios desse "bicho gente"! Comecei minha carreira profissional em 1996, sou formado em Processamento de Dados pela FATEC de Santos. Naquela época tudo o que eu queria ter na minha frente era um computador e uma desafiadora regra de negócio, que se transformaria no melhor programa possível. Mas as coisas mudam! Concluí que quem faz software com qualidade são as pessoas e não as máquinas. Hoje, minha MISSÃO é ajudar pessoas e times a alcançarem seus objetivos, pois acredito que o sucesso pessoal e profissional está ligado a três pilares: FELICIDADE, MOTIVAÇÃO e SENTIDO. Como faço isso? 💡 MOTIVANDO pessoas, fazendo-as enxergar o 💡 SENTIDO das suas ações, que traz 💡 FELICIDADE por fazerem a diferença em suas vidas, suas empresas. Sou formado em Coaching pelo ICC e escrevo artigos sobre Métodos Ágeis, Comportamento, Inovação e Coaching. Vejo no lúdico a forma mais profunda de aprendizado. Procuro sempre conduzir reuniões de forma criativa, que tragam algum tipo de aprendizado aos participantes, seja por meio de dinâmicas de grupo ou jogos em equipe. Neste quesito, desenvolvi um jogo, a "Feijoada Ágil", para ensinar conceitos sobre trabalho em equipe. Se você, como eu, também acredita que eu posso te ajudar, deixe-me saber! Vamos tomar um café e, quem sabe, juntos podemos MUDAR O MUNDO!

3 comentários

  1. Se você tiver um líder que permita que seja criativo tudo fica perfeito!
    Algumas empresas e processos engessam a criatividade.
    Compartilhei. Abs
    Eny

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s